6 músicas mais divertidas graças a Pareidolia


Relembre 6 músicas que são muito mais engraçadas quando cantadas do jeito errado.


ocaratussiuX600

A Pareidolia é um efeito psicológico que todos nós utilizamos, mas que quase ninguém sabe que ele existe. Simplificando, a Pareidolia ocorre quando não conseguimos entender uma imagem ou um som, e nossa mente tenta, automaticamente, encontrar em nossa memória algo semelhante ao que vemos ou ouvimos.

Explicações complicadas de lado, os vídeos abaixo são lembranças de uma época que não aprendíamos outras línguas na escola e por isso não fazíamos ideia do que estava sendo dito, apenas improvisava nas músicas aquilo que acha que entendeu. Pura pareidolia.

Ajudar o peixe

Esse muita gente da década de 80 e 90 deve lembrar de ficar improvisando “Eyes Without A Face”, do Billy Idol, como “Ajudar o peixe”.

O cara tussiu

Clássico pré-YouTube, muita gente recebeu este clássico em seus emails na era da internet de 56K no Brasil brincando com a letra japonesa de “Daileon”.




Te dou um queijo

Tempos após o sucesso de “O cara tussiu”, a galera lança outra tentativa de tradução japonesa, de “Kidou Keiji Jiban“, para “Te dou um queijo, Jiban”.

Jesus humilha Satanás

Se na década de 90 o clássico das pistas “Rhythm Of The Night” da Corona já virava “Jesus humilha o Satanás”, hoje, com os evangélicos ensaiando novamente esta música, a galera do Amada Foca cria uma letra completa para todo mundo cantar junto.




Cabelo Jeans

O tempo passa, e a galera continua a pareidolia continua o seu papel. Afinal, onde é que Billie Jean, acaba como “Cabelo Jeans”?

Olhe Didi

Hoje, com um monte de cursos de inglês gratuitos pela internet, a galera agora só quer a zueira, pois ela não tem limite. Aqui, Rolling in the Deep da Adele vira simplesmente Olhe o Didi.

Se você gostou deste post, por favor compartilhe nas suas redes sociais clicando nos nossos botões ou selecione apenas um trecho deste texto que aparecerá uma caixa que permitirá que você possa compartilha-lo no Facebook ou no Twitter.

Você também pode deixar seu comentário aqui embaixo, criticando, perguntando ou sugerindo. Fique a vontade!

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta