As Verdades e As Mentiras Sobre Belo Monte 3 Comentários


Há meses, ouço falar as mais diversas opiniões sobre a questão da construção de uma usina hidroelétrica em Belo Monte. A princípio, não me importava com a questão, até que começou o ativismo pela internet, e me chegaram vídeos sobre os malefícios da construção da usina. Eis que dia 16 de Novembro de 2011, começa a ser exibido no You Tube o vídeo “É a Gota D’Agua + 10” que deu início ao movimento Gota D’Agua, movimento esse contra a construção de Belo Monte.

Apesar do grande apoio ao movimento Gota D’Agua, um grande quantidade de pessoas seguiu o movimento contrário, e decidiu apoiar a construção de Belo Monte. Dentre os motivos pelo quais as pessoas se voltaram contra o movimento, dois se destacam: o primeiro era o fato do vídeo apresentar diversos atores da Globo, os quais pessoas acreditavam que estavam ‘se promovendo’; e o segundo é o fato do vídeo estar repleto de erros e desinformações, o que causa mais um golpe na credibilidade do movimento.

Para exemplificar, eis aqui dois vídeos apontando os erros do vídeo “É a Gota D’Agua + 10”:

Além disso, comediante/jornalista Rafinha Bastos [está aí mais um tema para outro post] fez um vídeo criticando o vídeo acima citado:

Além disso, alunos de Engenharia Civil da Unicamp criaram um vídeo resposta ao movimento Gota D’Água. Eles apresentaram outro ponto de vista em relação ao problema Belo Monte:

Não somente isso, os alunos iniciaram um movimento contra o movimento Gota D’Agua, chamado Tempestade em Copo D’Agua. No site, inclusive, estão mais algumas informações e correções em relação ao assunto.

Outro vídeo mistura o vídeo do Gota D’Agua com reportagens realizadas pela TV Bandeirantes e pela TV Cultura, em relação a quantidade de estrangeiros que estão vindo ao Brasil supostamente para se envolver com a questão de Belo Monte. Aviso que o vídeo tem um certo tom conspiratório, e por isso, deve ser analisado com cuidado.

Ao ver estes vídeos, um detalhe me chamou a atenção: quem é a favor da construção da barragem, geralmente, tem como área de atuação a área de exatas, como os alunos do curso de Engenharia Cívil acima. Você pode perceber que os argumentos são apresentados de forma mais objetiva, mais lógica, de forma mais analítica. Veja, por exemplo, outro vídeo sobre Belo Monte, dessa vez de uma forma mais ‘matemática’:

Mas, como toda moeda tem três lados, também existem pessoas que ficam em cima do muro em relação ao assunto. Formandos da Universidade de Brasilia fizeram o vídeo criticando e corrigindo o vídeo “É a Gota D’Agua + 10”, mas sem tomar qualquer partido.

Agora que já sabemos dos erros do movimento Gota D’Agua, é necessário saber o outro lado da moeda, e se informar quais são os verdadeiros problemas que a usina hidroelétrica de Belo Monte pode causar. E para isso, apresento dois vídeos do Pirulla que analisa – com maestria – questões sobre Belo Monte:

Por fim, quem melhor para falar dos problemas que Belo Monte pode causar senão os habitante da região? Estudantes da cidade de Altamira – cidade mais próxima do local onde Belo Monte será construída – resolveram fazer um vídeo entregando mais informações sobre o assunto:

Se você assistiu a todos esses vídeos, você merece meu parabéns. Agora, você já tem muitas informações para poder analisar e formar sua opnião em relação ao assunto.

Belo Monte x550

Comentários

Comentários


Deixe uma resposta

3 pensamentos em “As Verdades e As Mentiras Sobre Belo Monte