Coma pipoca, beba Coca-Cola? 2 Comentários


Você conhece a verdade sobre a experiência da mensagem subliminar da Coca-Cola no cinema?

Quando o assunto é mensagens subliminares, diversos “especialistas” citam como maior prova de seu poder de influência a experiência do “Beba Coca-Cola”, realizada numa sala de cinema. Mas, será que eles realmente sabem quais os fatos por trás desta experiência?

A experiência

No ano de 1957, em Fort Lee, Nova Jersey, o pesquisador James Vicary alegou ter realizado uma experiência em que consistia em exibir rapidamente durante a exibição do filme Pic Nic, em um cinema, as mensagens “Drink Coca-Cola” e “Hungry? Eat popcorn”. Ele utilizou-se de um taquistoscópio, um aparelho destinado a examinar a rapidez da percepção visual, para exibir cada mensagem em uma velocidade de 1/3000 segundos, a cada 5 segundos de filme – para você ter uma ideia, um único quadro de uma animação possui a velocidade 1/30 segundos.



Vicary alegou ter feito essa experiência no período de 6 semanas, tendo “participado” desta experiência pouco mais de 45 mil pessoas neste tempo. O resultado desta experiência, segundo Vicary, é que as vendas de Coca-Cola e de pipoca deste cinema aumentaram , respectivamente, em 18,1% e 57,8%. Com esses dados, James Vicary anunciou a criação de uma empresa de propaganda subliminar fundada por ele e mais alguns investidores.

James Vicary

James Vicary apresentado o resultado de suas experiências

A repercussão

Nos meses que se seguiram, diversos pesquisadores tentaram repetir a experiências de Vicary, tanto pelo cinema quanto pela televisão, mas nenhuma delas teve resultados positivos. Pesquisadores foram, então, à Fort Lee, local do experimento de Vicary. A visita a tal cidade onde fora feita a experiência mostrou que era impossível que as tais 45 mil pessoas tivessem frequentado tal cinema em apenas 6 semanas.

Apesar das primeiras dúvidas, a declaração de Vicary causou certa paranóia na população. Na época, o livro de Vance Packard, The Hidden Persuaders, implantou em muitas pessoas as idéias de teorias da conspiração onde governos e cultos usariam as tais mensagens subliminares para controlar as pessoas.


Repetindo a experiência

Após diversas tentativas de replicar a experiência do cinema, finalmente, em 1958, uma rede de televisão contratou Vicary para realizar um teste onde a mensagem “telephone now” fora exibida centenas de vezes durante um programa da Canadian Broadcasting Corporation, usando as mesmas condições do experimento original. E para a surpresa de muitos, não ocorreu nenhum aumento notável nas chamadas de telefone.

A verdade

Em 1962, pressionado do por que nenhuma experiência conseguia repetir a façanha do experimento original, James Vicary confessou ter mentido sobre a experiência, e alegou ter falsificado os resultados para satisfazer o investidores de sua empresa de propaganda subliminar. Entretanto, já era tarde demais. Mesmo com a confissão de Vicary, já estava fixada na mente da população a ideia da manipulação da mente através de mensagens subliminares em suas mentes.

Fonte: Grande parte da pesquisa foi através do site e das revistas do Advertising Age, sendo esse inclusive, um dos meios para os quais Vicary confessou sua fraude. Entretanto, o site apresenta conteúdo pago para pesquisar edições antigas.

Comentários

Comentários


Deixe uma resposta

2 pensamentos em “Coma pipoca, beba Coca-Cola?