Faltam crianças no Japão


O Japão vem enfrentando um problema sério em relação a idade de sua população: existe um numero cada vez maior de idosos, ao mesmo tempo que existe um numero cada vez menor de crianças. Isso, porque, os casais não estão tendo filhos, porque eles não estão fazendo sexo. E tudo isso porque ocorreu por causa de uma mudança no mercado de trabalho.

japanoldman

Até cerca de 20 anos atrás, o sustento de uma familia era (quase) de total responsabilidade do homem, o chefe da família. Ele passava horas, horas e mais horas (extras) ausente de casa, trabalhando para manter o alto custo de vida japonês. A ausência era tanta, que foram reportados casos em que o pai esquecia o nome de seus filhos e outros onde os filhos consideravam o pai um total estranho.

japankids550

Entretanto, próximo ao final do milênio, iniciou-se um movimento vindo de uma geração que sentiu a ausência do pai, e não queria o mesmo para seus filhos, então decidiu que não valia a pena trabalhar tanto. Com isso, aos poucos, o mercado de trabalho necessitou de mais trabalhadores para ocupar a vaga desses que não trabalhavam tanto. E assim, a mulher entra com força no mercado de trabalho. Com isso, tanto o marido quanto a mulher saiam de casa para trabalhar, mas em horários e funções diferentes.

Gracas a este novo cenário, os casais se desencontravam, estando poucas vezes juntos, e, como ambos trabalham, ambos estão cansados quando se aproximam em um momento de folga, o que diminui a libido do casal. E sem sexo, sem filhos. Isso claro, além da falta de tempo que as mulheres tinham para se tornar mães.

O governo japonês ainda procura solução para o problema. Uma cidade chegou a proibir a venda e uso de preservativos e métodos anticoncepcionais, enquanto, algumas oferecem auxílio financeiro para aqueles que tem dois ou mais filhos.


Quer ler mais sobre este tema? Veja outros textos aqui!

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta