Formigas salvam vida de mulher após seu paraquedas falhar


Conheça a incrível história de como formigas salvaram a vida de uma paraquedista que estava em uma queda de 4400 metros.


Formiga de fogo

Joan Murray mora na Carolina do Norte e trabalhava como bancária. Por anos, Joan teve o incomum hobby de saltar de paraquedas. Em 2001, quando se forçou a parar por motivos de saúde aos 49 anos, Joan tinha realizado 37 pulos de paraquedas. Mas isso não é o mais curioso sobre Joan.


Em 25 de setembro de 1999, Joan fez um salto de cerca de 4400 metros de altura. Foi quando o pior aconteceu: o paraquedas principal não abriu, e o paraquedas secundário não foi o suficiente para amortecer sua queda. Joan Murray atingiu o chão em uma velocidade de 130 km/h. Era morte certa.

Entretanto, Joan caiu no lugar certo: em cima de um formigueiro de lava-pés, um tipo de formiga que é conhecida pela ferroada extremamente dolorosa – também conhecida pelos nomes de formiga-de-cemitério, formiga-de-fogo, formiga-doceira, mordedeira, queima-queima e uaiatu, entre vários outros nomes.

Você pode estar pensando que o fato de Joan cair no formigueiro amorteceu sua queda, não é isso? Errado!

Joan acertou o chão com toda a velocidade, e quebrou todos os ossos do lado direito de seu corpo, além do fato que todos seus dentes quebraram com o impacto e ela começou a perder sangue. Porém, seu coração não parou de bater por causa da adrenalina liberada pelo corpo graças as mais de 200 picadas que ela levou das formigas, o que a manteve viva a tempo da equipe de resgate levá-la ao hospital.

Joan ficou duas semanas em coma, e passou por 20 cirurgias de reconstrução, além de 17 transfusões de sangue. Mas ela sobreviveu, e não somente está viva até hoje, como pulou mais algumas vezes antes de se aposentar por invalidez.

Fonte



Incrível, fantástico, inimaginável! Se você gostou da história, compartilhe este post nas suas redes sociais clicando nos botões lá em cima ou aqui embaixo!

Você também pode selecionar um trecho do texto e compartilhar no Facebook ou no Twitter. Basta selecionar o texto!

Você também pode deixar seu comentário, ou tirar alguma dúvida através da nossa página exclusiva!

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta