O Hype Das Dietas


Antes de Barack Obama anunciar a morte de Osama Bin Laden, o assunto do momento foi o casamento do principe William com a agora duquesa de Cambridge, Kate Middleton. Entre os dois temas, com certeza, o casamento de William e Kate tem muito mais apelo comercial. É evidente o interesse das pessoas por todos os produtos associados ao evento – roupas, maquiagem, carros, comidas, etc -, que pode ser confirmado quando se observa os itens mais procurados no Google nos últimos 30 dias. Um desses itens que me chamou a atenção foi a dieta Dukan.

De acordo com a imprensa, Kate Middleton preparou-se para o casamento fazendo a dieta Dukan – principalmente para poder usar o vestido de noiva. A dieta Dukan, também conhecida como dieta francesa ou dieta protal, foi criada por um médico francês chamado Dr. Pierre Dukan, há pouco mais de uma década.

William e Kate

Com o espetaculo que foi o casamento de Kate e William – e com as belas formas com as quais a noiva apareceu no vídeo -, a dieta Dukan se tornou a mais nova mania das mulheres que querem fazer dieta. Basicamente, nesta dieta, você passa alguns dias comendo somente proteínas magras – carne magra, frango sem pele, peixe, ovo, etc – para, aos poucos, retomar sua alimentação normal.

Alias, você sabia que pesquisas apontam que 40% das mulheres se mantem em dietas, mas ficam somente 8 dias em cada uma – em média? Outro dado curioso é, que para emagrecer, as mulheres geralmente apelam para dietas, enquanto os homens apelam para a academia.

Os médicos, atualmente, estão dando um aviso: as dietas, como a dieta Dukan, são agressivas, e só servem para se perder alguns quilos rapidamente, servindo muito mais para você caber naquela calça/vestido para aquele evento/cerimonia, como no caso da Kate Middleton. O problema é que muitas pessoas estão usando estas dietas para perder 10/20/30Kg e ficar magro, mas este tipo de dieta nunca funciona corretamente.

Proteinas

A questão é que estas dietas agressivas obrigam o corpo a se acostumar com a falta de gorduras e açucares, para assim queimar as reservas do corpo. Mas, com o tempo, o seu corpo procura se acostumar com a pouca energia consumida, e diminui seu metabolismo, causando diversos problemas, como sonolência e digestão lenta, e com o tempo você começará a se mover mais lentamente, o que também dificultará sua perda de calorias através de exercícios. O resultado é que em pouco tempo, você não vai conseguir mais perder peso, pois vai reter a perda de calorias, podendo até mesmo fazer engordar durante sua dieta!

Ainda existe outro problema: a desnutrição. Nas dietas agressivas, existe uma grande restrição de alimentos que se pode consumir, e com isso, você perde nutrientes que são essenciais para a sua saúde. Inclusive, a falta destes nutrientes podem causar perda muscular, e não perda de gordura, o que dá a falsa impressão de estar emagrecendo.

Se você quer perder muito peso, não adianta, você não vai conseguir perder isso rapidamente. O ideal é você procurar ter uma re-educação alimentar, ou seja, mudar aquilo que você come. Muito médicos concordam que no lugar de você mudar totalmente sua alimentação, como ocorre em uma dieta, que você diminua, aos poucos o tipo e a quantidade de comida que você come.

Outra dica dos médicos para a re-educação alimentar é aumentar seu metabolismo, e você pode começar comendo várias vezes ao dia. Sim, é isso mesmo, coma várias vezes ao dia, mas coma menos em cada refeição. E, claro, atividades físicas. Calma, não precisa ir pegar peso na academia. Aqui também se deve começar leve, como por exemplo, uma caminhada diária de 30 minutos.

Quer mais dicas para um re-educação alimentar? Você pode procurar no Papo de Gordo. Mas não deixe de acompanhar este blog – estou terminando um post com uma reunião dessas dicas.

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta