O maior roubo da história do Japão 3


Todo dia se aprende alguma coisa. Uma nova música, um novo vídeo, uma nova história. Eis aqui algo curioso na história do Japão: um roubo que entrou para a história, nã somente por ser o maior, mas de como ele foi realizado.

Nissan-Cedric-Toyota x550

Em dezembro de 1968, quatro funcionários de um banco transportavam 300 milhões de yens – atualmente, seria o equivalente à 9 milhões de dólares – em caixas de metal dentro de um Cedric Corolla. Normalmente, um valor desse não seria transportado dessa maneira – mas vale lembrar que na época não teriam carros-forte disponíveis -, entretanto, dias antes, uma denúncia feita à policia avisou que explosivos teriam sido colocados na casa do gerente do banco, mas a dénuncia acabou sendo falsa.

O transporte ocorria sem problemas, até que um policial abordou o grupo, avisando que a casa do gerente realmente havia explodido, e que tambem teriam explosivs no carro que eles estavam. O grupo parou o carro, e o policial foi averiguar o carro. Eis que, fogo e fumaça começaram a surgir do inferior do carro. Os funcionários sairam correndo depressa para detrás de um enorme muro de concreto que havia por lá, e não viram o policial entrar no carro e sumir com o veículo. Na verdade, o que aconteceu foi que o falso policial acendeu um foguete de sinalização debaixo do carro.

O carro fora encontrado horas depois, mas sem as caixas de metal. Diversos suspeitos foram abordados, mas ninguém foi preso até hoje.

Comentários

Comentários


Deixe uma resposta

3 pensamentos em “O maior roubo da história do Japão