Por que a Mona Lisa é uma obra tão famosa? 2


Você já se questionou sobre a fama da Mona Lisa? Conheça como essa obra se tornou tão popular.

Este ano, eu tive a oportunidade de ir a 31ª Bienal Internacional de Arte de São Paulo. Já de volta para casa, comentei com alguns amigos sobre as obras que vi por lá, quando começaram os primeiros comentários sobre entender o que é arte e o quais as mensagens que as obras de arte querem passar. Em pouco tempo alguém perguntou: “Por que tanta gente da importância para Mona Lisa, se tem obras muito mais bonitas como a Santa Ceia? Ela também não feita pelo Da Vinci?”.

Última_Cenax600

No momento, não tive nenhuma resposta a dar para a pergunta de meu amigo, e comecei a questionar se outras pessoas não tinham a mesma dúvida que ele. Foi então que resolvi fazer uma pesquisa sobre a Mona Lisa. E o resultado desta pesquisa é bem interessante.



Antes de tudo, não há como negar que Mona Lisa é uma obra de qualidade incomparável, assim como todas as obras de Leonardo Da Vinci. Entretanto, sua fama não vem apenas por ser uma obra deste grande gênio.

Para começar, Da Vinci levou esta obra com ele para a França, onde foi morar a pedido do Rei François I. Uma vez na França, Da Vinci ficou melhorando a obra até a sua morte. Com a morte de Da Vinci, Mona Lisa e suas obras foram herdadas por seu discípulo, Salai, que anos depois vendeu a obra ao rei. Um século depois, o Rei Louis XIV levou a obra para o Palácio de Versailles, onde ficou até Napoleão Bonaparte tomar a obra para si, a colocando em seu quarto, na cabeceira de sua cama.

Mona_Lisax600

Após a derrota de Napoleão, Mona Lisa foi exposta no Museu do Louvre por anos até 21 de agosto de 1911, quando a obra fora roubada. Durante a investigação, o poeta frânces Guillaume Apollinaire e o artista espanhol Pablo Picasso foram acusados do roubo. Mas somente dois anos depois que descobriram o verdadeiro ladrão: o italiano Vincenzo Peruggia, que era funcionário do Louvre, que acreditava que a obra pertencia a Itália. Entretanto, acredita-se que Peruggia tenha sido influenciado por pessoas que criaram cópias da obra para serem vendidas nos Estados Unidos – uma vez que o sumiço da original faria as cópias multiplicarem de valor. Com a devolução da obra, se iniciou todo um movimento entre artistas que tiveram medo de que a obra estaria perdida para sempre, e isso iniciou a fama da Mona Lisa.


Mas a história não termina aqui. Embora a segurança tenha aumentado, outros tipos de problemas ocorreram com a obra, dentro do Louvre: no início de 1956, um homem jogou ácido no quadro; e no final deste mesmo ano, uma pessoa atingiu o quadro com uma pedra. Em ambos os casos, ocorreu todo um processo de recuperação dos danos sofridos. Após estes eventos, fora instalado um vidro a prova de balas para proteger a obra, o que foi útil em dois casos distintos: em 1979, uma mulher pichou a obra com tinta vermelha quando a obra estava em exposição no museu de Tóquio, no Japão, como protesto pelo fato do museu não ser adaptado a pessoas com deficiência; e em 2009, quando uma russa que não conseguiu a nacionalidade francesa jogou uma xícara de café quente no quadro. Em ambos os casos, o vidro fez bem o seu papel.

Fonte 1 e Fonte 2

Se você gostou da história, compartilhe este post nas suas redes sociais clicando nos botões ou selecionando um trecho do texto para compartilhar no Facebook ou no Twitter.

Você também pode deixar seu comentário, ou tirar alguma dúvida através da nossa página exclusiva!

Comentários

Comentários


Deixe uma resposta

2 pensamentos em “Por que a Mona Lisa é uma obra tão famosa?

  • aaaaa

    Ela é importante porque foi roubada?
    Vc não entende porra nenhuma de arte mesmo.

    Ela é importante por conta de um milhão e meio de técnicas diferentes aplicadas na tela e não pelo que vc falou. Site inútil

    • Rafael Portillo Autor do post

      Desculpe-me mas está escrito no texto que a qualidade da obra não é o ÚNICO motivo da fama da obra. Mas ela não é a única obra de Da Vinci. Existem muitas outras obras que a maioria das pessoas nem fazem ideia de que elas existem, e se você perguntar a elas, elas irão lembrar somente da Mona Lisa e da Santa Ceia.