Tiririca: Três anos depois, ficou pior? 10 Comentários


Em julho de 2012, eu publiquei um texto sobre o deputado Francisco Everardo Oliveira Silva, vulgo Tiririca. Muitas pessoas gostaram deste texto e ainda pediram uma atualização do que o mesmo andou fazendo. Agora, em Novembro de 2013, com quase três anos de mandato, fica a pergunta: quem foi o abestado desta história?

Um resumo do texto anterior

Tiririca foi eleito com a segunda maior votação para deputado federal, e com isso levou mais quatro deputados de seu partido, o PR – Partido da Republica -, que não conseguiram votos o suficiente para serem eleitos por si mesmos.

Tiririca propôs na Câmara criação de programas de amparo a pessoas e famílias que “exercem atividades circenses e de diversões itinerantes” – ou seja, famílias que moram e vivem do Circo. Tiririca também propôs a criação de uma bolsa alfabetização e sugeriu a criação do vale-livro. Isso garantiu ao Tiririca uma vaga na Comissão de Educação e Cultura. Tiririca também foi conhecido por comparecer a 100% das sessões da câmara, e com 90% de presença na Comissão de Educação e Cultura.

Além disso, antes da posse de seu cargo, Tiririca precisou fazer um exame para provar que não era analfabeto – fato amplamente divulgado pela Veja. Em 2011, Tiririca devolveu dinheiro usado em um hotel em Fortaleza, após denuncia foi pelo jornal ‘O Estado de S. Paulo’. Por fim, fora bastante criticado por contratar dois colegas humoristas do programa “A Praça é Nossa” como secretários parlamentares.

E depois?

Depois de julho de 2012, Tiririca foi matéria em vários jornais pelo mundo, todas falando de maneira negativa sobre a eleição de um palhaço para deputado no Brasil. Entretanto, no Brasil, Tiririca surpreendeu indo contra seu partido em diversas ocasiões: por exemplo, votou a favor do aumento do salário mínimo para R$600 em 2011, contrariando o partido. O PR ainda tentou dizer que Tiririca ‘votou errado’, mas ele desmentiu o partido, dizendo que ‘vota com o povo’.

Mas, o ponto mais focado das notícias sobre Tiririca foi sua visível decepção com a politica brasileira. Nas diversas entrevistas, Tiririca reclama do que o sistema legislativo brasileiro não funciona por conta de interesses políticos e partidários e que isso dificulta o trabalho de um deputado: “Trabalha muito e produz pouco”, segundo palavras do próprio.

Tiririca acabou ganhando o respeito de muitos políticos, que descobriram que ele é um deputado com vontade e personalidade – e não um ‘pau mandado’. Todo o seu trabalho acabou fazendo que os jornais estrangeiros mudassem de ideia sobre ele, que passou a ser elogiado pela mídia internacional.

Entretanto, todos os projetos de sua autoria estão parados. Apesar disso, Tiririca foi eleito um dos melhores deputados de 2012 pelo Congresso em Foco. No rank dos políticos no Politicos.org, Tiririca aparece como o 6º melhor deputado federal brasileiro.

Até o primeiro semestre deste ano, Tiririca anunciava ter desistido da carreira politica, mas durante o segundo semestre, voltou em sua decisão, e decidiu tentar a reeleição.

Atento ao texto que muita coisa ficou de fora, principalmente as votações as quais Tiririca participou. Por serem muitas, e pelo texto complicado delas, não pude fazer uma analise de cada uma delas.

Minha opinião:

Pode parecer pouco o que Tiririca fez em seu mandato, mas para os profissionais dos mais de 3 mil circos no Brasil, o deputado fez aquilo que eles precisavam. Para aqueles que reclamam dele estar defendendo uma classe tão pequena, vale lembrar que existem deputados que defendem direitos homossexuais e deputados que defendem ideais evangélicos. Portanto, isso não tira o direito de Tiririca de ser um deputado do circo.

Além disso, o ‘barulho’ que Tiririca causa quando fala da politicagem na câmara é bem importante para que possamos ver que não basta apenas ter um político com vontade de trabalhar. Talvez seja preciso mudar totalmente o quadro de deputados federais.

Em breve, farei a analise de outros deputados federais. Fiquem livres para sugerirem nomes na área de comentários.

Fontes:
EXAME
Cuidando do Tiririca
Rank dos Politicos

Comentários

Comentários


Deixe uma resposta

10 pensamentos em “Tiririca: Três anos depois, ficou pior?